Terça-feira, 3 de Fevereiro de 2015

Seguro de vida cobre desde doença grave até invalidez temporária

Seguro de vida cobre desde doença grave até invalidez temporária

Invalidez, incapacidade temporária e diagnóstico de doenças graves permitem que o usuário receba valor contratado O segurado por receber o valor contratado quando tiver a confirmação de um câncer, por exemplo

Apesar de ser bastante procurado por aqueles que querem garantir tranquilidade para si ou para familiares em caso de morte natural ou acidental, os seguros de vida também oferecem coberturas adicionais que podem ser acionadas ainda em vida pelo segurado.

Invalidez total ou parcial, incapacidade temporária e diagnóstico de doenças graves são algumas das situações que permitem que o usuário receba o valor contratado em sua apólice.

“Hoje, é um desafio do mercado mostrar que, além da morte, um tema complexo, tem a questão da invalidez, por exemplo. Um acidente de carro pode causá-la e existe todo um processo de recuperação e readaptação da casa e de ficar ausente do trabalho”, afirma Alexandre Vicente, diretor de Produtos Vida na Liberty Seguros.

Veja as coberturas que permitem o pagamento de indenização ainda em vida:

1. Incapacidade temporária

Profissionais liberais que, por motivos de saúde, precisam ficar afastados das suas atividades, podem contratar, na Porto Seguro, a cobertura de diária por incapacidade temporária. “Se o segurado contrata uma diária de R$ 300, após dez dias afastado em caso de doença, ou sete dias em caso de acidente, ele aciona a seguradora e pode receber as diárias por até 365 dias”, explica Jaime Prazeres, gerente comercial de Vida, da Porto Seguro.

2. Diagnóstico de doenças graves

Segundo Alexandre Vicente, a cobertura de doenças graves é nova no mercado e pouco utilizada – apenas 10% dos clientes que possuem seguro de vida optam por ela. “Ela cobre algumas doenças e situações de saúde graves, como infarto, AVC, transplante de órgãos e câncer. Se a pessoa tiver um diagnóstico de uma dessas doenças, recebe a importância de uma vez pra tratar essa doença”, afirma.

Vale ressaltar que a apólice garante o pagamento por um diagnóstico. Caso o segurado se cure e, no futuro, receba o diagnóstico de outra doença, precisa ter adquirido outra apólice para estar coberto.

No caso da Liberty Seguros, o montante pago em caso de doença grave não é abatido do valor que deverá ser pago em caso de morte. Na cobertura de diagnóstico de câncer oferecida pela Porto Seguro, após receber o diagnóstico, o segurado tem direito a antecipação de 50% da cobertura básica.

“É uma cobertura bastante procurada, já que o câncer tem incidência alta no público feminino, e as pessoas conseguem se curar e ter qualidade de vida”, diz Jaime Prazeres.

Leia também: Seguros: conheça a modalidade que cobre até mordida de cachorro

3. Antecipação especial por doença incurável

“Há casos em que o médico atesta o caso como irreversível. Por exemplo, em algumas doenças como câncer e Alzheimer. Quando o segurado nos aciona, pode antecipar 50% da cobertura básica de morte, para ter mais qualidade de vida”, explica o executivo da Porto Seguro. No produto oferecido pela Porto Seguro, não é preciso comprovar despesas. O diagnóstico basta.

4. Invalidez parcial ou temporária

Segundo Vicente, no caso de invalidez por acidente, ela pode ser parcial ou total. “Através de um acidente, a pessoa pode perder a visão dos dois olhos, que caracterizamos como é invalidez total, mas pode perder também uma parte da perna, que seria invalidez parcial.” Nesses casos e na invalidez por doença, que precisa ser total, o segurado recebe o valor contrato na apólice do seguro ainda em vida.

Vicente afirma que 60% dos segurados que possuem seguro de vida optam por essa cobertura. “É uma procura bem maior do que pela cobertura de doenças graves. As pessoas pensam que é muito mais caro, mas não é”, diz.

5. Acidentes pessoais e despesas médico-hospitalares e odontológicas

Esse tipo de cobertura garante que, caso o o segurado sofra um acidente e precise ser hospitalizado ou passar por procedimentos médicos, a seguradora reembolse seus gastos.

Fonte: IG