Terça-feira, 11 de Novembro de 2014

Acidentes que tiverem apenas danos materiais não serão mais atendidos pela Guarda de Trânsito em Blumenau

Acidentes que tiverem apenas danos materiais não serão mais atendidos pela Guarda de Trânsito em Blumenau

Desde segunda-feira a Guarda Municipal de Trânsito (GMT) não atende mais, no local da batida, acidentes que tiverem apenas danos materiais. De acordo com o diretor de Trânsito do Seterb, Fábio Campos da Silva, a medida já era praticada, mas de modo mais brando. O que muda agora é que a triagem dos chamados no telefone 153 foi intensificada. Acidente com vítimas, como atropelamentos, ou quando os envolvidos tiverem sinais de embriaguez continuam sendo acompanhados por viaturas e agentes da GMT.

Silva salienta que a medida busca otimizar o trabalho dos agentes e que a decisão não vai atrapalhar os procedimentos legais, como o registro do boletim de ocorrência de acidente de trânsito (BOAT). O diretor de trânsito explica ainda que as novas regras farão com que os motoristas tenham mais responsabilidade:

— Muitas vezes a guarda é chamada sendo que o choque entre os veículos resultou em um único arranhão. Em vez dos envolvidos liberarem a via, optam por esperar os agentes. Agora isso não vai mais acontecer.

Para Silva a mudança será benéfica para todos os lados. Para o motorista porque o laudo da guarda _ Boat _ demora cerca de sete dias para ser liberado aos envolvidos, enquanto o boletim de ocorrência _ BO _ fica pronto na hora já que é o próprio motorista que registra o acidente no Seterb. O prazo para registrar o BO é de 90 dias a partir do dia do acidente. Será positiva para a guarda porque a medida vai liberar mais agentes para fazer rondas e acompanhar o fluxo de veículos nos cruzamentos da cidade em horário de pico, por exemplo.

Silva afirma que a guarda atende uma média de 30 ocorrências por dia e desse total cerca de oito precisam de acompanhamento dos profissionais do Seterb. Atualmente cerca de 119 agentes compõe o quadro de funcionários da Guarda Municipal de Trânsito, mas apenas 50 estão disponíveis para atendimentos externos.

— Ainda não visualizamos grandes transtornos ou insatisfação dos motoristas. A guarda segue fazendo o trabalho dela e entendemos que cada caso é um caso — conclui.

Como o motorista deve proceder em caso de acidente com danos materiais

- Sinalizar o local do acidente com o triângulo e, assim que possível, retirar o veículo da rua. Silva salienta que obstruir via pública em casos de acidente sem vítima é considerado infração de trânsito e o motorista pode ser multado.

- Registrar o boletim de ocorrência (BO). Silva explica que o correto é que as duas partes envolvidas compareçam ao Seterb para registrar o BO, mas caso um dos envolvidos fuja ou não queira ir ao posto da guarda, é possível registrar o boletim individualmente. Nesse caso quanto mais informações da outra parte o motorista tiver, melhor.

- O motorista tem o prazo de 90 após a data do acidente para registrar o BO. Segundo Silva o documento fica pronto na hora.

Como registrar um boletim de ocorrência

Em Blumenau os motoristas que precisarem registar um boletim de ocorrência precisam ir ao posto do Seterb localizado na rodoviária (Rua 2 de Setembro, bairro Itoupava Norte). O atendimento é das 8h às 18h e não fecha para almoço.

São necessários dados pessoais de quem faz o registro, endereço, telefone, e-mail, dados do veículo (placa e Renavam). Em registros individuais o ideal é ter o máximo de informações dos demais envolvidos no acidente.

BOAT X BO

- O boletim de ocorrência de acidente de trânsito (BOAT) é registrado unicamente pelo agente da guarda. No documento constam os dados de todos os envolvidos e o agente tem a responsabilidade de desenhar o acidente. Tem o prazo de sete dias para ficar pronto.

- O boletim de ocorrência (BO) é registrado pelo próprio motorista _ podendo ser feito individualmente _ e fica pronto na hora. Nessa modalidade de registro não é feito o desenho do acidente.

Fonte: Jornal de Santa Catarina